domingo, 15 de dezembro de 2013

OLHANDO COM "OLHOS DE VER"

Podemos aprender sobre Deus de várias: ler e estudar a Bíblia, frequentar cursos, ouvir pregações e assim por diante. Mas há uma forma que poucos usam: olhar para o mundo com "olhos de ver" para encontrar as "impressões digitais" d´Ele em todos os locais. 

Eu me explico. Como Deus criou tudo, a própria maneira como as coisas são organizadas, tanto no universo em geral, como na natureza em particular, nos fornecem pistas concretas de como a mente d´Ele funciona e sobre seus planos para os seres humanos. Mas somente conseguiremos perceber isso quando olharmos para as coisas que nos cercam com "olhos de ver". Quando olharmos não somente para a superfície das coisas, mas também procurarmos perceber o que Deus fez e continua a fazer.

Vou dar um exemplo. Somos criaturas que precisam de nutrientes externos a nossoa corpoa para nos mantermos vivos. Agora, Deus poderia ter-nos criado de forma a adquirir esses nutrientes de uma maneira que não envolvesse comer, por exemplo, via fotossíntese, como ocorre com as plantas.

Mas Deus fez as coisas de forma diferente: precisamos adquirir nutrientes comendo vegetais e animais. E isso gera a necessidade que o ser humano encontre comida e a torne disponível para consumo. E por causa disso foram desenvolvidas a agricultura e a pecuária, as indústrias para processar o material produzido, os armazéns para guardar esses produtos e os transportes, visando levar produtos de um lugar para outro. E as coisas não terminam aí, pois ainda há a necessidade de fazer a preparação final dos alimentos (cozinhar) e seu consumo. Dessas necessidades surgiram mais indústrIas (eletrodomésticos como geladeiras e fogões) e serviços (como lanchonetes e restaurantes). Finalmente foram gerados hábitos sociais importantes, como as refeições em família.

Imaginem como nosso mundo seria diferente se os seres humanos não precisassem se alimentar, se adquirissem nutrientes de outra forma. Se Deus definiu que fosse assim, foi porque tinha um propósito. Não tenho espaço para desenvolver aqui para desenvolver esse tema em particular, o que será objeto de post futuro, mas posso adiantar que o ato de comer, de trocar experiências em torno de uma mesa, é fundamental para a sociedade humana. E não foi por acaso que Jesus estabeleceu um sacramento - a Santa Ceia - em torno de uma refeição, onde os cristãos devem comer pão e vinho em sua memória.

Mas voltando ao tema deste post, se não olharmos para o mundo com "olhos de ver", não perceberemos que o simples ato de comer molda toda a sociedade humana e que esse hábito revela um plano de Deus. 

Existem muitas outras coisas similares e posso citar outro exemplo para comprovar com mais força o que estou querendo dizer: Por que a reprodução humana é feita através do sexo, quando poderia ocorrer por simples divisão celular? Oara o sexo tem um impacto gigantesco na vida humana, mas poderia não ser necessário. E se existe, há um propósito de Deus nele. 

Os planos de Deus são muito mais complexos do que conseguiremos perceber se vivermos no mundo "sem olhos de ver", ou seja sem nos preocuparmos de perceber seus planos. E é por viverem assim, que muitos seres humanos tornam-se ateus ou, mesmo sabendo da existência de Deus,  lhe dão pouca importância - vivem como se Ele não existisse. 

Deus está presente em todos os lugares, mas, muito mais do que isso, suas decisões influenciam a forma como vivemos - somos totalmente dependentes d´Ele. 

E precisamos perceber isso, caso contrário Deus nunca vai assumir a importância que merece em nossas vidas. Somente a compreensão dessa verdade vai nos fazer viver de fato o mandamento que de colocar Deus em primeiro lugar, acima de qualquer outra coisa. Simples assim.

Com carinho

Nenhum comentário:

Postar um comentário