quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

DECISÕES PARA O ANO NOVO

A passagem de ano costuma trazer a vontade de fazer um balanço da própria vida. De avaliar o que foi feito de certo ou de errado. E, principalmente, decidir a respeito do que é preciso melhorar.

Essa reflexão costuma levar a uma lista de coisas para se fazer ao longo do novo ano. Começar a fazer aquela dieta tantas vezes adiada e ter disciplina para fazer exercícios físicos constantes. Talvez mudar de emprego, procurando algo mais desafiador. Fazer aquela viagem tão sonhada. Ou mesmo gastar mais tempo com a própria família. 

O mesmo pode ser dito sobre a vida espiritual. Há muitas coisas que gostaríamos de fazer no campo espiritual e não fazemos. Começar um estudo sério da Bíblia. Envolver-se mais em obras de assistência social. Tirar mais tempo para orar e adquirir intimidade com Deus. Abandonar algum vício. Ou ainda conseguir perdoar determinada pessoa . 

Medidas como essas são passos seguros no caminho da santificação. Isto é, na direção de ficar mais parecido com Jesus, o alvo de todo cristão sincero, segundo o ensinamento do apóstolo Paulo.

Mas essas coisas parecem ser mais fáceis de fazer do que verdadeiramente são. Afinal, avançar no processo de santificação significa mudar comportamentos já bem estabelecidos. Significa alterar prioridades. Deixar de lado hábitos considerados agradáveis. 

E até eventualmente enfrentar a incompreensão daqueles que estão próximos e podem não aceitar essas mudanças. Por exemplo, o estudo sério da Bíblia toma tempo, que vai ter que ser tirado de algum lugar, talvez do lazer. O mesmo acontece com uma dedicação maior a obras para assistência social. E a família pode pensar que teve sua prioridade reduzida. 

Assim, minha sugestão é que você escolha alguma meta no caminho da santificação e se esforce para dar apenas esse passo. Não tente fazer várias coisas ao mesmo tempo, pois as chances de sucesso cairão muito - tentar fazer tudo pode levar você a não conseguir fazer nada.

Afinal, todas as coisas importantes na vida são obtidas passo a passo. Você aprende matemática ou uma nova língua ao longo de vários meses ou anos, um pouco a cada dia. E também é assim que você entra em forma física ou muda seus hábitos não saudáveis de alimentação. 

Amar o próximo não se aprende de um dia para o outro. E ninguém passa a conhecer a Bíblia em profundidade de repente. Abandonar um vício também requer esforço e normalmente causa desprazer. 

Portanto, ecolha uma meta qualquer na sua vida espiritual - uma área onde você sabe que realmente precisa melhorar. E concentre-se em realizar essa meta. 

Atingido esse objetivo, aí você pode estabelecer um novo. E o progresso que você tiver feito para alcançar o primeiro objetivo certamente vai ajudar a dar o passo seguinte - o crescimento espiritual torna a pessoa mais forte e capaz de passos mais ambiciosos.

Feliz 2014.

Com carinho  

Nenhum comentário:

Postar um comentário