sábado, 22 de fevereiro de 2014

QUEM VOCÊ DIZ QUE JESUS É?

Certa vez Jesus perguntou aos seus discípulos quem as pessoas diziam que Ele era (Mateus capítulo 16, versículo 13). Queria saber qual a interpretação que o público em geral dava a Ele e ao seu ministério. Ora, sabemos que Jesus não era uma pessoa vaidosa e nem se preocupava com a imagem que passava para os outros. Por que então fez essa pergunta? Vou tentar explicar.

Jesus era uma pessoa muito especial - a Bíblia é cheia de depoimentos nesse sentido. Era diferente de todos os demais líderes religiosos que viviam na Palestina naquela época. As pessoas percebiam isso intuitivamente e construiram diversas teorias para explicar quem Ele era e o que fazia: rabino, profeta ou a re-encarnação de um profeta já morto, como Elias, João Batista ou Jeremias (versículo 14). E foi isso que os discípulos contaram para Jesus. Mas nenhuma dessas teorias foi ao centro da questão, pois ninguém reconheceu Jesus como o Salvador da humanidade. 

Depois de ser informado sobre o que as pessoas pensavam, Jesus fez outra pergunta: queria saber o que os próprios discípulos pensavam (versículo 15). Ora, além de ouvir as opiniões das pessoas com quem conviviam - parentes, amigos, vizinhos e demais líderes religiosos -, os discípulos também recebiam ensinamentos do próprio Jesus. Assim, estavam em posição privilegiada para entender quem Ele era. 

Mas os discípulos viviam o dilema de escolher entre a interpretação que ouviam das pessoas e o que Jesus falava sobre si mesmo. E provavelmente não conseguiam chegar a uma conclusão definitiva - só atingiram esse estágio depois da ressurreição. 

Por conta dessa dúvida ficaram calados. Normalmente quando Jesus fazia uma pergunta, vários discípulos tentavam responder, para "mostrar serviço". Mas não naquele caso. Não sabiam escolher entre as duas opções: Jesus era um homem comum ou era o Filho de Deus? 

Finalmente, Pedro se atreveu a falar e deu a resposta certa: "Tu és o Messias, o Filho do Deus vivo". E, de forma surpreendente, Jesus não deu parabéns a Pedro por ter acertado. Lembrou que a resposta certa era fruto de uma benção, uma revelação do Espírito Santo (versículo 17). Pedro não chegou àquela conclusão sozinho, foi preciso ajuda do Espírito Santo.

Penso que há dois ensinamentos importantes nessa história simples. O primeiro é que precisamos nos definir quanto a Jesus. Precisamos dizer bem claramente, para nós mesmos e para os que nos cercam, quem pensamos que Jesus é. 

Alguns poderão dizer que Ele é apenas um filósofo - um pensador muito especial que nos deu ensinamentos maravilhosos -, parecido com Sócrates, Platão, ou Confúcio. Enquanto outros vão entender que Ele é muito mais do que isso, é o nosso Salvador. Não é possível ficar em "cima do muro" em relação a Jesus. Ele é Deus ou apenas mais uma grande figura da história. A escolha é de cada um de nós. 

O segundo ensinamento é que somente o Espírito Santo pode dar ao ser humano uma perspectiva plena de quem Jesus é. Foi assim com Pedro e é assim conosco. Não importa a qualidade do ensinamento que uma pessoa recebe na sua igreja, no seu discipulado ou nas fontes que consulta, somente o Espírito Santo pode revelar ao ser humano plenamente quem Jesus é. 

Você pode ler muitos textos aqui neste blog ou em outras fontes até melhores e se sentir inspirado por eles. Pode ouvir pregações que o(a) levem às lágrimas. Você vai aprender com tudo isso, vai poder tirar suas dúvidas, entender melhor o que deve ou não fazer para ser um bom cristão. Mas somente isso não vai dar a você a dimensão completa do significado que Jesus tem. Só o Espírito Santo pode fazer isso. 

Busque o Espírito Santo e coloque-se à sua disposição. Use todos os recursos disponíveis para se aproximar d´Ele: oração, meditação, louvor, estudo da Palavra, etc. Pode ter certeza que o Espírito Santo vai responder e vai lhe revelar o que você precisa saber. Pode confiar nisso.

Com carinho

Um comentário:

  1. Amém eu confio nisso!! "ESPÌRITO SANTO" habite em mim, na minha vida.. Aleluias!! Louvado seja o nome do "SENHOR"
    Camila

    ResponderExcluir