terça-feira, 13 de maio de 2014

CABE MUITA COISA DEBAIXO DE UM "GUARDA CHUVA"

Existem alguns versículos da Bíblia que parecem "guarda chuvas" - "debaixo" deles cabem muitas interpretações diferentes. E isso seria apenas uma curiosidade se algumas dessas interpretações não causassem tanto mal, gerando culpa e sofrimento indevidos para muitos(as) cristãs(ãs).

Isso ocorre porque alguns líderes religiosos usam esse tipo de versículo para construir doutrinas que buscam "amarrar" as pessoas a comportamentos pré-estabelecidos que sejam mais do gosto desses mesmos líderes.  

Vou dar dois exemplos de versículos "guarda chuva" e de interpretações construídas a partir deles para explicar melhor o que acabei de dizer. O primeiro exemplo é o versículo que onde está dito ser o corpo humano o "templo do Espírito Santo" (1 Corintios capítulo 6, versículo 19). Já vi esse versículo ser usado para construir doutrina de diversos tipos e uma delas é aquela que proibe tatuagens. 

Ora, o único texto que fala diretamente sobre tatuagens na Bíblia (Levítico capítulo 19, versículo 28) condena essa prática apenas quando feita com o objetivo de cultuar os mortos. É evidente que a proibição tem a ver com o fato da pessoa passar a exibir no seu corpo a marca de um culto proibido. E seria razoável estender essa proibição além do culto aos mortos, para abranger qualquer culto idólatra, pois o sentido parece ser o mesmo. Mas tal proibição não se aplica às tatuagens feitas por outras razões, como manifestação de opinião polítca, de cunho puramente estético, etc.

Agora muita gente não gosta de tatuagem - eu mesmo penso assim. Mas alguns líderes religiosos que não gostam de tatuagens, ao invés de aceitarem que as pessoas têm o direito de agirem como pensam ser melhor, procuram usar a Bíblia para transformar sua opinião pessoal num dogma de fé, que não pode ser violado sob pena da pessoa estar pecando. 

É aí que entra o versículo que fala que o corpo humano é o "templo do Espírito Santo". Sendo assim, raciocinam essas pessoas, esse corpo não pode ser desfigurado por coisas como piercing ou tatuagem e, quem faz isso, está pecando, pois age contra esse "templo". Alguns vão ao ponto de afirmar que esse tipo de coisa é uma porta aberta para a ação de Satanás na vida da pessoa. 


Repare que, se olhado com isenção, o texto bíblico sobre o corpo humano não permite tirar essas conclusões - leia o texto de 1 Corintios, começando alguns versículos antes daquele onde há a referencia ao corpo humano e continuando por alguns versículos depois e verá o que estou dizendo. 


Mas isso não impede que muitos líderes apavorem os fiéis com esse tipo de declaração - recentemente recebi um pergunta aqui no blog sobre esse tema e a pessoa que se manifestou estava sofrendo muito. E alguns promovem até exorcismo em todo mundo que é tatuado. 

Se o versículo que fala do corpo humano pudesse ser usado dessa forma, tudo aquilo que faz mal ao físico deveria passar a ser considerado pecado: engordar, deixar de fazer exercícios físicos, não tomar remédios da forma correta e assim por diante. Mas isso não ocorre. Ouseja, trata-se de um caso claro de "dois pesos e duas medidas".

Outro exemplo interessante tem a ver com a declaração bíblica que nos manda fugir da "aparência do mal" (1 Tessalonicenses capítulo 5, versículo 22). Esse versículo é muito útil para quem quer estabelecer regra de vida para os outros, pois basta rotular alguma coisa, mesmo quando não é diretamente proibida na Bíblia, de "aparência do mal", para ela passar a ser proibida. 


Já vi, por exemplo, esse versículo sendo usado para proibir os cristãos de dançarem, mesmo quando se trata de casais legalmente constituídos. Ora, onde está a "aparencia do mal" nesse caso? Talvez as pessoas que pensam assim se esqueçam que havia dança nos tempos de Jesus - por exemplo, ela ocorria nos casamentos. E Jesus nunca condenou diretamente a dança.


A "aparencia do mal" (aquilo que não é mal em si mas dá a impressão de ser) deve ser evitada para não causar impacto negativo na mente de pessoas que não saibam distinguir bem o que está acontecendo. Por amor cristão, então, a prática que pode dar a aparencia de ser errada deve então ser evitada. E isso deve acontecer apenas enquanto os necessários esclarecimentos não forem dados. Somente isso. 

Há muitos outros versículos tipo "guarda chuva" como, por exemplo, "todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus" (Romanos capítulo 8, versículo 28) e "Porque aos seus anjos dará ordens a teu respeito, para que te guardem em todos os teus caminhos" (Salmo 91, versículo 11). E todos eles infelizmente são abusados por pessoas que querem construir doutrinas que estejam de acordo com seu gosto pessoal. 

Portanto, fique sempre alerta contra esse tipo de coisa. Procure pelos fundamentos das afirmações que tal ou qual coisa é pecado. Se não perceber um fundamento bíblico claro e direto proibindo aquela prática ou atitude, pode desconsiderar a afirmação que foi feita. Simples assim.


Com carinho  

Nenhum comentário:

Postar um comentário