domingo, 5 de julho de 2015

O VERDADEIRO LAR DE JESUS

Imediatamente antes de dar início ao seu ministério, Jesus deixou a casa paterna, onde passou a infância, a adolescência e alguns anos da vida adulta. E por causa disso, foi rejeitado por quase todos(as) aqueles(as) com quem tinha convivido até então: os moradores de Nazaré, seus amigos de infância e sua própria família (Marcos capítulo 6, versículo 4 e João capítulo 7, versículo 5). 

A partir daí, Jesus, como qualquer um de nós, viu-se em busca de um lar verdadeiro, um lugar onde se sentisse amado, onde ficasse à vontade e pudesse descansar de fato. E acabou encontrando isso na casa da família de Lázaro, Simão, Marta e Marial, que ficava em Betânia, um vilarejo 4 km a oeste de Jerusalém

Jesus sempre ia até lá e ficava o tempo que podia. E as portas estavam sempre abertas para Ele (Lucas capítulo 10, versículo 38)Veja alguns fatos importantes acontecidos durante suas estadias ali:  
  • Dormiu ali todas as noites da semana que antecedeu sua morte - ia a Jerusalém durante o dia e voltava para dormir em Betânia (Marcos capítulo 11, versículo 11).
  • Sempre foi valorizado pela família de Lázaro - p. ex., pouco antes da sua morte, Maria pegou um vidro de perfume caríssimo (provavelmente parte do seu dote de casamento) e o derramou aos pés de Jesus para honrá-lo (João capítulo 12, versículo 3). 
  • Foi ali onde se despediu dos seus discípulos, antes de ser elevado aos céus (Lucas capítulo 24, versículos 50 a 52).

Ora, qualquer lugar onde Jesus se considere em casa certamente se torna muito especial para Deus. Assim, não resta dúvida que ali era o lugar mais abençoado de toda a terraE não por acaso, foi naquela casa que Jesus trouxe ressurreição para Lázaro, provando que Ele é a eterna fonte de vida para os seres humanos (João capítulo 11, versículos 43 e 44).

Com carinho

Nenhum comentário:

Postar um comentário