quarta-feira, 18 de novembro de 2015

VOCÊ JÁ LEU ATOS DOS APÓSTOLOS?

Dois livros da Bíblia - "Evangelho de Lucas" e "Atos dos Apóstolos" - foram escritos pela mesma pessoa, Lucas, médico e companheiro de Paulo em algumas de suas viagens missionárias. Na verdade, os dois livros formam uma única obra, sendo que a primeira parte (Evangelho) trata da vida e do ministério de Jesus na terra, enquanto a segunda (Atos) conta a história dos primeiros tempos da igreja cristã.

Esse período inicial de vida do cristianismo também é conhecido como "igreja apostólica" pois foi liderado pelos apóstolos, o grupo de doze homens escolhidos diretamente por Jesus para testemunhar a respeito do seu ministério. Posteriormente, a esse grupo inicial, juntou-se Paulo, tornado apóstolo após uma visão que teve de Cristo, e Tiago, irmão de Jesus, homem de grandes princípios morais, cujo apelido era "o Justo". 

Paulo acabou se tornando a principal figura da igreja apostólica, tendo escrito cerca de metade do Novo Testamento e implantado bom número de igrejas entre os gentios (não judeus). Tiago tornou-se o chefe da igreja-mãe de todas, a de Jerusalém. E Pedro também teve grande papel de liderança, especialmente depois que foi viver em Roma, onde dirigiu a igreja cristã local.

O livro de Atos descreve , dentre outras coisas, os seguintes acontecimento:
  • O Pentecostes, o derramar do Espírito Santo que deu início à história da igreja. Naquela oportunidade, cerca de 3 mil homens foram convertidos ao Evangelho de Jesus (Atos capítulo 2, versículos 1 a 41).
  • As primeiras perseguições sofridas pelos cristãos, por serem considerados hereges pelos judeus. Foi nessa época que ocorreu o primeiro martírio de um cristão, o diácono Estevão, que morreu apedrejado (Atos capítulos 6 e 7).
  • A descrição de como os primeiros cristãos viveram - compartilhando seus bens e usando-os para suprir as necessidades de cada pessoa (Atos capítulo 2, versículos 42 a 47).
  • As primeiras desavenças dentro da comunidade cristã, causadas pela diferença cultural entre os judeus originários da Palestina e os provenientes do mundo gentio (Atos capítulo 6, versículos 1 a 7). 
  • O Primeiro Concílio da igreja cristã, liderado por Tiago, Pedro e Paulo, que resolveu a questão das exigências que deveriam ser feitas para as pessoas se tornarem cristãs. Foram abolidas, dentre outras, diversas exigências, como a circuncisão dos homens, que atrapalhavam o crescimento da fé cristã (Atos capítulo 15).
  • Os acontecimentos relacionados com as três viagens missionárias de Paulo pela Ásia Menor (atual Turquia) e Grécia, quando plantou igrejas, desenvolveu a teologia cristã (em cartas como Romanos, 1 e 2 Coríntios, Gálatas, etc) e resolveu conflitos no seio das comunidades cristãs.
  • A prisão de Paulo e sua viagem a Roma para ser julgado pelo Imperador (Atos capítulo 28, versículos 16 a 31). Sabe-se, embora não esteja relatado em Atos, que o apóstolo ficou preso dois anos naquela cidade, antes de ser martirizado.  
Esses são apenas alguns exemplos dos fatos relatados neste importante livro. Há muito mais a ser aproveitado ali. Trata-se de leitura fácil, pois Lucas tem forma de escrever muito agradável, diferentemente do que acontece, por exemplo, com Paulo. 

Vale a pena investir tempo para ler esse livro, o que pode ser feito em pouco mais do que três horas. Você não vai se arrepender.

Com carinho 

Nenhum comentário:

Postar um comentário