quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

RESOLUÇÕES PARA O ANO NOVO

O ano novo está próximo e haverá muita comemoração nos próximos dias. Mas, na verdade, a passagem de ano é uma simples convenção que registra o fim de um ciclo (uma volta da terra em torno do sol). Nada mais do que isso. Na nossa sociedade, foi convencionado que essa passagem acontece ao fim do dia 31 de Dezembro, enquanto em outras civilizações, como na Judeia na época de Jesus, a data era outra bem diferente.

Agora, uma simples convenção acabou se transformando num momento meio "mágico" para muitas pessoas, uma passagem que de alguma forma permite deixar para trás frustrações e tristezas acumuladas no ano que passou e abre perspectivas novas e muito melhores. 

É claro que isso não é verdade - meu pai sempre dizia que, depois da virada do ano, tudo vai continuar mais ou menos igual. Os mesmos problemas e frustrações continuarão presentes. 

Outra prática muito comum na virada de ano é assumir compromissos de realizar mudanças. Fazer resoluções para o ano novo. As pessoas prometem para si mesmas coisas das mais diferentes naturezas, como emagrecer e levar uma vida mais saudável, controlar melhor seu temperamento,  abandonar vícios, fazer economia e até se aproximar mais de Deus.

Infelizmente, essas resoluções bem intencionadas raramente acabam sendo cumpridas - estudos mostram que menos de 10% delas se concretizam: o regime acaba sendo adiado por qualquer razão, o estudo bíblico fica para quando houver mais tempo, a economia fica para depois da viagem prevista para julho e assim por diante. 

Assim como a esperança que renasce, com a perspectiva de que os problemas irão embora junto com o ano velho, para logo depois ser frustrada pela realidade, as boas intenções de melhorar a própria vida são pouco a pouco destruídas, engolidas pelas demandas do dia-a-dia. Na maioria dos casos nunca se concretizam.

As esperanças geradas na passagem do ano se frustram por serem irreais, afinal não existe um momento "mágico" que transforma tudo. As resoluções de ano novo não vingam porque as pessoas querem obter resultados sem atacar a origem do problema. Querem se tornar melhores mesmo sem mudar seu interior - e é apenas uma questão de tempo para que os velhos hábitos retornem.

Como mudar de fato
O que fazer para mudar de fato e conseguir transformar boas intenções em realidade? A resposta é simples e pode surpreender você: reforce sua fé em Jesus e depois procure exercê-la plenamente. 

A Bíblia ensina (Tiago capítulo 2, versículo 14 a 17) que a fé verdadeira é aquela que gera obras e isso significa sobretudo mudança interior: adquirir novos valores, novas prioridades, etc. A pessoa se motiva e assume o compromisso de ser melhor porque escolheu seguir a Jesus. 

Então, se Ele pede para perdoar, a pessoa vai se esforçar para aprender a fazer isso. Se Ele cobra que a pessoa deixe de lado seus vícios, ela vai encontrar n´Ele as forças necessárias para dar esse passo. Se Jesus ensina como controlar o próprio temperamento, a pessoa vai seguir fielmente essa receita e alcançar o auto-controle. E assim por diante.  

Portanto se, entra ano e sai ano, seu comportamento continua enfrentando as mesmas limitações e dificuldades, está faltando fé. Simples assim.

A pessoa pode até ir à igreja, ler a Bíblia e se envolver com a obra de Deus e ainda assim não conseguir mudar. Isso porque essas coisas são feitas por pura religiosidade, sem entrega e compromisso. A pessoa vive sua religião apenas para "cumprir tabela". Não há nela a fé verdadeira.

Aproveite, então, a passagem de ano para fazer duas coisas. A primeira é examinar com sinceridade os frutos da sua vida no ano que passou. Por exemplo, quando Deus chamou, você respondeu você foi ou se deixou vencer pelo comodismo, pela "falta" de tempo ou por outra coisa qualquer? Você mudou aquele hábito errado que tanto prejudicava sua vida? Ajudou a levar alguma pessoa para Jesus? Dividiu a carga das pessoas que sofriam?

Se você os resultados obtidos no ano que passou não foram bons, reconheça esse fato (em oração), peça perdão a Deus. 

É aí que entra o segundo passo: entregue verdadeiramente sua vida a Jesus e passe a fazer aquilo que Ele pede. peça ajuda a Deus para conseguir transformar sua boa intenção em prática de vida. 

Se você fizer isso, pode ter certeza que 2016 vai ser um ano muito especial para você.

Com carinho  

Um comentário: